Número total de visualizações de página

domingo, 30 de setembro de 2012

Irrita-me o facto de te afastares assim de mim. Irrita-me que não sejas capaz de esclarecer as coisas de uma vez por todas. Irrita-me a incerteza em que me deixas a toda a hora. Irrita-me ver-te e olhar-te e não te puder ter. Irrita-me os teus olhares. Irrita-me o facto de adorares provocar-me. Irrita-me que me prendas a ti da forma como prendes. Irrita-me gostar tanto de ti e não to puder dizer. Irrita-me que não digas tudo o que pensas de mim nem o que sou realmente para ti. Vendo bem acho que a tua simples existência me irrita e se calhar é por isso que não me sais da cabeça.. -.-

sábado, 29 de setembro de 2012

Pior que um amor não correpondido é um amor incerto, um amor em que nós não sabemos como vai ou quando vai acabar. Aqueles amores tão fortes mas tão proibidos e que por isso mesmo dão mais vontade de serem vividos pois eu sempre ouvi dizer que ''o fruto proibido é o mais apetecido'' e não podia estar mais de acordo. :b
“E por mais forte que você seja, por mais determinação que você tenha pra esquecer aquilo, chega uma hora que você sente falta, sente vontade de botar o orgulho de lado e dizer a ele que apesar da distância o amor continua igual.”

terça-feira, 18 de setembro de 2012

“Se queres ir, vai. Só não me venhas com essa conversa decorada dizendo-me que qualquer dia nós nos vamos encontrar numa dessas curvas da vida, até porque, eu jamais te irei visitar na esquina do arrependimento. E se eu for, irei muito bem acompanhada.”
''Se eu ainda te amo? Sim, o bastante para te deixar ser feliz com outra.''